Empreendedorismo em Números

Qual é o número de Empreendedores?

De acordo com o IBGE, entre 2001 e 2014, o número de empreendedores no país cresceu 22%, passando de 20,4 milhões para 24,9 milhões de pessoas. Levando-se em consideração as três categorias de clientes do Sebrae, os 24,9 milhões de empreendedores podem ser divididos em: 13,7 milhões de potenciais empresários com negócios (55%); 6,7 milhões de empresários (27%) e 4,5 milhões de produtores rurais (18%).

Gráfico número de empreendedores

Qual é a renda média dos empreendedores?

O rendimento médio mensal dos empreendedores é de R$ 2.036,00. Quando consideradas as faixas de rendimento em salários mínimos (SM), observa-se que 35% recebem até 1 SM, 24% mais de 1 a 2 SM, 17% mais de 2 a 3 SM, 11% mais de 3 a 5 SM e somente 13% recebem mais de 5 SM.
A parcela de empreendedores que tem um rendimento médio mensal relativamente baixo é considerável. Ela pode estar representada por aqueles que não são formalizados (sem CNPJ) e atuam em atividades mais simples ou precárias no mercado de trabalho. Como exemplo, tem-se a atividade exercida por vendedores ambulantes, que não tem registro formal e exige menor grau de escolaridade. Além disso, vale destacar a presença dos produtores rurais, que, em grande parte, trabalham sozinhos e em propriedades rurais relativamente pequenas, próximos dos níveis de subsistência.

Gráfico da renda média dos empreendedores

Qual é a proporção de mulheres entre os empreendedores?

De acordo com o gráfico abaixo, observa-se que a participação das mulheres no total de empreendedores no país é de 32%. Em 2001, a participação feminina era de 29%. Isso significa que nos últimos 13 anos, o número de mulheres empreendedoras foi expandido em 2 milhões de pessoas.
Segundo Gomes (2004), o crescimento da presença no mercado das mulheres na esfera econômica demonstra um movimento diverso daquele tradicionalmente verificado na sociedade até então. Não se trata apenas de episódios de ingresso no mercado de trabalho para complementar a renda familiar, embora essa motivação também esteja presente, especialmente quando se consideram as sucessivas crises da economia brasileira e as altas taxas de emprego. Trata-se de uma mudança social de grandes proporções, pois envolve transformações nas expectativas de vida profissional, pessoas e nas relações familiares.

Gráfico da proporção de mulheres empreendedoras

Qual é a posição no domicílio dos empreendedores?

A maioria dos empreendedores brasileiros tem a responsabilidade de chefiar uma unidade familiar. É o que mostra os dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD), realizada pelo IBGE. Em 2014, dos 24,9 milhões de empreendedores, 61% eram chefes de domicílio, 24% eram cônjuges e 11% eram filhos.

Posição no domicílio dos empreendedores

Qual é a idade média dos empreendedores?

A idade média do empreendedor brasileiro é de 44,7 anos. O gráfico abaixo evidencia que o grupo dos empreendedores é formado principalmente por indivíduos que tem entre 35 e 44 anos (25%) e 45 e 54 anos (25%). Logo depois estão os que tem entre 25 e 34 anos (19%). Os mais jovens, que tem entre 18 e 24 anos, representam apenas 5% do total.
A tendência de envelhecimento da população pode ser uma das causas da maior presença de pessoas mais maduras entre os empreendedores.

Gráfico da idade média dos empreendedores

Qual é o nível médio de escolaridade dos empreendedores?

Em média, em 2014, os empreendedores tinham 7,9 anos de estudo. Quando consideradas as faixas de escolaridade, observa-se que em torno de 1/3 do total possuía apenas ensino fundamental incompleto. Por outro lado, 46% já possuíam grau maior de escolaridade, sendo que 30% tinham ensino médio completo ou incompleto e 16% ensino superior incompleto ou mais.
Quanto maior a escolaridade dos empreendedores, maior é a chance de sobrevivência dos negócios. Os empreendedores de alta escolaridade tendem a iniciar sua empresa mais por oportunidade do que por necessidade, tendem a planejar mais e melhor o seu negócio e conhecem melhor os instrumentos de gestão.

Gráfico de nível médio de escolaridade dos empreendedores

Os empreendedores trabalham sozinhos ou com empregados?

Dos 24,9 milhões de empreendedores, 85% são conta-própria e apenas 3,6 milhões (15%) são empregadores, conforme mostra o gráfico abaixo.
A elevada quantidade de empreendedores que trabalham sozinhos pode ter como principal causa, o alto custo da contratação de funcionários. Para superar essa dificuldade, eles acabam se dividindo entre as diversas tarefas de uma empresa, tal como o planejamento, a gestão e o atendimento ao cliente, o que pode comprometer o sucesso do negócio.

Gráfico de empreendedores sozinhos ou com empregados

Com que idade os empreendedores começaram a trabalhar?

Em geral, os empreendedores começam a trabalhar cedo. Segundo dados da PNAD (2014), realizada pelo IBGE, a média de idade é de 13,9 anos. Considerando-se as faixas etárias, 81% dos empreendedores começaram a trabalhar até os 17 anos, 17% entre 18 e 24 anos e apenas 2% com 25 anos ou mais.

Gráfico da idade que os empreendedores começam a trabalhar

Quantas horas os empreendedores trabalham por semana?

Em média, em 2014, os empreendedores trabalharam 39,6 horas por semana. Na análise da carga de trabalho semanal por faixas de horas, observa-se que 34% deles trabalharam de 40 a 44 horas semanais, 26% de 15 a 39 horas e 21% trabalharam 49 horas ou mais. Esses dados mostram que muitos os empreendedores tem trabalhado mais de 40 horas semanais.

Gráfico de quantas horas os empreendedores trabalham por semana


Referências

http://datasebrae.com.br
Pesquisa GEM, Sebrae e IBQP, 2015.
Pesquisa Donos de Negócio Brasileiros, Sebrae, 2016.
O Público do Sebrae, Sebrae, 2016.

4 comentários sobre “Empreendedorismo em Números

  1. João Paulo

    Muito interessante esse artigo para termos uma ideia de números quando se fala em empreendedorismo, ainda mais para pessoas como eu que estão só começando.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *